Menu items






_:_:_:_

POO: o que é programação orientada a objetos?

Uma constatação que pode ser feita sobre o exemplo apresentado é que para que determinado cliente seja acessado, é necessário percorrer a lista de clientes até que se encontre o cliente com o código informado. Felizmente existem outras formas de efetuar essa busca, como usando SQL sobre um banco de dados. Como se preparar para o futuro do desenvolvimento web Repare que a lista de clientes é percorrida na linha 2 usando um laço de repetição, e ao encontrar o cliente que realizou o pedido (linha 4), seus dados são acessados (linhas 5 e 6) e impressos na tela (linhas 7 e 8). Por último, nas linhas 14 e 15, o valor total do pedido e da comissão são impressos.

  • Outra classe muito importante no exemplo puramente orientado a objetos é apresentada na Listagem 11, chamada de ItemVenda.
  • Composição é o segredo para fazer boa manutenção e hoje quem não desgruda de OOP cria objetos que nada tem a ver com a ideia inicial do paradigma e é comum modularizarem tanto que beira o funcional, modular e até procedural, mas como está dentro de uma classe, acham que não.
  • Ganha-se em tempo e eficiência, tornando um software com paradigma POO oportuno.
  • Assim, é possível criar uma classe abstrata com atributos e métodos, mas sua implementação deve ser feita nas classes herdadas.

Os paradigmas são definidos muitas vezes pelo que permitem ou não permitem que uma linguagem realize. Por exemplo, a linguagem Pascal é uma linguagem estruturada, e por esse motivo não permite a criação de objetos, característica exclusiva de linguagens que seguem o paradigma Orientado a Objetos. Um paradigma de programação é uma metodologia que oferece a visão que o programador possui sobre a estrutura e execução do programa. Por exemplo, em programação orientada a objetos, programadores podem abstrair um programa como uma coleção de objetos que interagem entre si, enquanto em programação estruturadaos programadores abstraem o programa como uma sequência de funções executadas de modo empilhado. Desses conceitos, derivam alguns outros conceitos extremamente importantes ao paradigma, que não só o definem como são as soluções de alguns problemas da programação estruturada.

Programação Funcional e Programação Orientada a Objetos. O que são e quais suas principais diferenças?

Para aplicações que exigem muitas classes, e muitas instâncias de objetos, como CRUD’s, com classe para usuáries, posts, transações,etc. E pouca manipulação desses objetos, como apenas fazer verificações, escrever em um banco de dados, e retornar outro objeto, POO pode se encaixar perfeitamente, fornecendo todos os recursos que você precisa. Programação orientada a objeto e programação funcional também se diferem na forma que organizamos o nosso código, com a POO sendo uma programação imperativa, enquanto a programação funcional sendo uma programação declarativa. As funções puras são funções que estão isoladas do resto do código, então independente de qualquer outro código que estiver fora do escopo delas, elas sempre vão dar os mesmo resultados.

Na versão orientada a objetos, as regras de negócio foram organizadas de acordo com o conceito a que elas pertencem. Sendo assim, a seguir será apresentada a conversão para a forma puramente orientada a objetos do exemplo de programação estruturada analisado anteriormente. O total do item corrente é calculado na linha 15, multiplicando o valor do produto pela quantidade vendida. O objetivo é, a partir de uma série de dados, processar todos os itens de um pedido de venda e escrever um pequeno relatório incluindo o total do pedido.

– Encapsulamento

Exemplos de linguagens famosas que incluem programação funcional são Haskell, Elixir, Erlang, OCaml,etc. Exemplos de linguagens famosas que incluem programação orientada à objeto são Ruby, Scala, Java, Python,etc. Um dos pontos mais importantes https://cacodarosa.com/noticia/39351/analista-de-qa-oportunidades-responsabilidades-e-recomendacoes é que linguagens puras em um paradigma costumam ser menos úteis na maioria das aplicações do mundo real e não alcançam grande sucesso. Por razões técnicas ou por cultura, linguagens mais próximas do paradigma imperativo são mais populares.



Tags:

Share This Post Via
Copy Url




Write a Reply or Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *



Categories


Copyright © 2024 Blog.SMTPanel.Com. All Rights Reserved.